Cascata do Arado

Cascata do Arado

Acidente! Queda na Cascata do Arado no Gerês

Cascata do Arado
Cascata do Arado, no Gerês. Créditos: autor desconhecido

Apesar dos vários alertas, de acordo com o jornal O Minho, este sábado passado registou-se mais uma queda na Cascata do Arado no Gerês, provocando uma vítima que teve que ser estabilizada e transportada para o Hospital de Braga.

Esta operação de salvamento foi accionada pela equipa da Cruz Vermelha (localizada no Rio Caldo), juntamente com elementos militares da Guarda Nacional Republicana, e pelos bombeiros locais de Terras de Bouro.

Esta queda na Cascata do Arado no Gerês é de um homem, com idade não revelada, que foi prontamente estabilizado no próprio local, e posteriormente transportado para o Hospital de Braga, sofrendo apenas ferimentos considerados ligeiros, incluindo uma entorse. Não foram reveladas mais informações de como se procedeu esta queda na Cascata do Arado.

Todos anos informamos e alertamos para os perigos das quedas nas várias cascatas do Gerês (Cascata do Arado, Cascata “Tahiti”, Cascata Cela de Cavalos, Cascata Rio do Homem, etc.), e também nas 7 Lagoas de Cabril, em Montalegre. É extremamente importante o uso de calçado apropriado aquando a visita a estas cascatas no Gerês, para assegurar-lhe a máxima segurança e protecção contra eventuais quedas e/ou acidentes.

É recomendável a visita com companhia de amigos/familiares/guias turísticos durante a vossa experiência de conhecerem o Gerês, pelo simples facto de obterem auxílio/apoio em situações mais complicadas, e dessa forma se poderão evitar complicações, e até mesmo salvar vidas em casos extremos. Não esquecer de que o Gerês é natureza selvagem, e nem sempre se reúnem as condições mais apropriadas para a visita do turista comum e sem preparação para o terreno.

Devemos respeitar o Gerês pela sua natureza, pelo seu estado selvagem, pela vida animal, e pelas condições naturais que poderão apresentar perigos caso não estejamos devidamente conscientes e preparados para evitar.

Lembrem-se…. todo cuidado é pouco, conhecer o Gerês não é a mesma experiência que conhecer uma cidade.